Inconstâncias

Eu sempre fui uma pessoa constante em tudo o que faço. Aliás, sempre fui muito organizada, planejada e quando eu coloco um objetivo na minha cabeça eu trabalho até conseguir atingi-lo.

Mas eu assumo que desde que fui morar fora do Brasil isso mudou. Quando eu passei de ser uma pessoa só e passei a ter um marido isso mudou mais um pouquinho. Quando a maternidade chegou isso alterou MUITO… Com a minha vida do jeito que está hoje – grávida, morando em um apartamento temporário, com tudo meu em um guarda-móveis, com o mundo do jeito que está hoje: bolsas despencando, corona virus, preço do petróleo em queda, eu acho que não temos nem mais o que discutir, né?

Hoje eu assumo que a inconstância passou a ser uma constante na minha vida. E vou te falar que assumir isso me fez bem, me trouxe uma certa leveza. Toda a carga de stress que eu tenho carregado há um tempo eu deixei para trás. Vou continuar traçando minhas metas, meus objetivos, vou continuar a ser uma sonhadora. Mas se eu vou conseguir fazer tudo o que almejo aí é outra história. A partir de hoje eu vou fazer o que esta ao meu alcance e tudo bem o que ficar pra depois. Não vou mais me penalizar por isso.

Descobri que é melhor ser inconstante, mas continuar seguindo por uma trilha tortuosa do que não tentar, não começar por ter medo de não conseguir continuar ou de terminar.

Depois de 2 meses sem postar no blog, me questionei se queria ou até mesmo se deveria continuar fazendo o blog. Passei a semana passada me questionando sobre isso. E hoje me veio a resposta: SIM!

Refleti muito a resppeito e cheguei a conclusão que o blog é uma das poucas coisas que faço pra mim e por mim desde que sai do meu pais. Que escrever e tirar foto são duas paixões que tenho e refleti que devo me manter fiel as minhas paixões. Não é certo comigo mesma me dedicar apenas a familia, acho que toda mãe, mulher deve correr atras de seus hobbies e lazeres também.

Pra quem me segue aqui eu peço desculpas pelos gaps que o blog tem, mas hoje eu te digo: isso e apenas um reflexo da minha realidade, da vida que eu levo, de problemas reais que expatriados, esposas, donas de casa, mães e cidadãos do mundo tem que lidar. E tudo bem: a vida não e uma linha reta: tem altos e baixos, mas o importante é continuar seguindo em frente. Essa é a vida que eu escolhi: uma inconstante aventura e se tiver paciência de seguir acompanhe aqui no blog.

E lá sse tempo sem escrever so me deu mais gas para votar com mais foco, pra chegar a conclusão que eu adoro o tempo que passo aqui e que eu vou amar ler alguns posts no futuro e lembrar de tudo que passei, inclusive os perrengues que me fizeram passar meses sem postar…

 Foto tirada na casa da minha doula, semana passada, quando fui fazer uma sessão de healing touch porque estava super estressada com tudo o que estava passando em minha vida pessoal. Só de entrar e ver esse quadro já ajudou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close