Se mudando para a casa nova

Chegou o grande dia!!!! Vamos nos mudar pra casa nova! Depois de arrumar nossas 10 malas, fomos pra nossa casinha.

Foi uma emoção muito grande, tenho que confessar. Não só porque finalmente tínhamos um lar, não só porque era a minha primeira casa fora do Brasil, mas também porque essa era a primeira casa que estávamos montando juntos.

Chegamos, montamos nossa cadeirinha de camping e ficamos esperando a empresa dos móveis alugados chegar, tomando uma cervejinha. Estávamos muito felizes!

A empresa chegou, entregou os móveis, os utensílios de cozinha, a TV e foi embora. A partir desse momento um novo capítulo se iniciava nas nossas vidas!

Confesso que depois dos móveis entregues tive um choque. Como falei, a empresa aluga os móveis básicos para você sobreviver até o seu container chegar. A casa fica vazia, a gente tem a sensação que está acampando, ou alugando um Airbnb por tempo indeterminado, pois a gente não sabe quando o container vai chegar.

Essa fase é bem chata, principalmente para a esposa do expatriado que fica na casa vazia e despersonalizada. Uma amiga minha teve depressão nessa fase. O container deles levou 9 meses pra chegar. Imagina! Você parou de trabalhar para acompanhar o seu marido, está tentando se estabilizar em um novo país, tentando construir um novo lar e passa 9 meses esperando seus móveis, quadros, roupas chegarem? Não é fácil não…

Nós sabíamos o que íamos usar dos nossos pertences e começamos a ver o que precisaríamos comprar pra casa nova. Toda vez que a gente se muda tem que comprar alguma coisinha, não tem jeito. Exploramos as lojas de móveis de New Orleans, compramos abajur, um móvel para a entrada da casa, uma cama nova para o quarto de hóspedes… Ficamos ocupados brincando de casinha.

Por outro lado, esse também pode ser um período de relax para a esposa do expatriado. Você já lidou com a burocracia, já escolheu a casa e você sabe que quando o seu container chegar terá muito trabalho. Então pode aproveitar esse período para relaxar, turistar e explorar a cidade, os supermercados, as lojas, os cafés… Tirar umas mini férias até passar pelo processo de desencaixotar e set up a nova casa.

No meu caso, isso não foi possível. Eu estava ocupada com duas coisas: aprender a ser dona de casa e ainda tinha que organizar o meu casamento, que aconteceria em apenas 7 meses em um outro país.

Eu, chegando em New Orleans, tentando fazer dessa desconhecida cidade o meu novo lar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close