Do Carnaval ao Mardi Gras

No segundo fim de semana após a nossa chegada fomos convidados para ir à uma festa na Bourbon Street, a mais famosa rua de New Orleans, no French Quarter para comemorar o Mardi Gras, o Carnaval de New Orleans. Ao chegar um dos hosts olhou para gente e falou: “Bem vindo ao Mardi Gras! Agora sim vocês vão saber o que é Carnaval!” Eu e o Mark nos olhamos e demos uma risadinha… O cara percebeu e veio falar com a gente. Perguntou de onde estávamos vindo. Meu marido escocês não se aguentou e respondeu: “Estamos vindo do Brasil e sabemos muito bem o que é Carnaval!” O cara ficou meio sem graça e saiu de fininho pra pegar um drink. rsrsrs

Fomos pegar um drink também e ficamos na varanda observando o movimento. Logo chegou um cara e deu pra gente vários colares, tipo umas miçangas grandes, chamados por aqui de beads. Aí a gente ficava jogando os colares pras pessoas que pediam. Muitas mulheres mostravam os seios só pra ganhar o colarzinho. Algumas mulheres levantaram a blusa pro Mark jogar colarzinho pra elas 😩

Sinceramente, foi uma experiência legal, mas acho que pelo fato de eu vir do Rio não achei nada demais. O que vi foi um vem e vai de pessoas e muitas delas muito bêbadas, achei até meio deprimente. Mas depois vim saber que New Orleans é um dos poucos lugares nos US que é permitido por lei beber na rua, então os americanos vem pra cá e aproveitam, amam a liberdade de andar na rua tomando um drink e acabam bebendo um ‘cadinho’ demais da conta, sabe?

Nos outros dias do Carnaval também fomos à algumas parades (bloquinhos) no centro da cidade e curtimos bastante. Curti mais do que ficar jogando colarzinho da varanda na Bourbon.

Minha impressão é que as Parades são algo intermediário entre o desfile de escola de samba e os bloquinhos de rua do Rio de Janeiro. Tipo tem um desfile, só que ele acontece nas ruas da cidade e não apenas em um local em que você tem que pagar ingresso, como o Sambódromo. Além disso, ele não é tão organizado como uma escola de samba, mas também não é tão simples como um bloquinho. Ele é composto de vários floats (carros alegóricos) e tem uns grupos de banda ou de coreografia entre os carros. O que eu achei engraçado é que não é uma coisa contínua como no Rio. Tem o float com uma música ou uma banda, a turma da coreografia e quando você está lá animado com a música, do nada passa uma pick up ou uma ambulância, fica sem som por um tempo e depois vem outro float.

Mas o mais divertido é correr atrás de pegar os beads. Depois de umas cervejas você fica viciado nisso. rsrsrs.

Chegar em New Orleans na época do Mardi Gras foi muito divertido! Além de dar um break no stress de se assentar em uma nova cidade, me fez bem saber que apesar de eu ter deixado o Carnaval pra trás eu tinha um Mardi Gras pela frente!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close