Poltrona de Amamentação

Imagina que você acabou de passar em um processo seletivo para um emprego. O local de trabalho? Em casa. Qual seria a primeira providência que você a tomar? Arrumar um espacinho gostoso em casa pra poder trabalhar tranquilamente e sem interrupções, o chamado home office. E qual é um dos principais itens do home office? A cadeira, não é mesmo, afinal você vai passar umas 8 horas por dia sentadinha ali, você não vai comprar qualquer cadeira pra ficar desconfortável, ter dores nos ombros, pescoço ou problemas de coluna.

Pois é, eu diria que a poltrona de amamentação é a cadeira do seu home office. Imagina que um recém nascido mama umas 8 vezes por dia e inicialmente você pode levar até 1 hora em cada processo de mamada? Isso sem contar às vezes que o bebê não decide dormir em cima de você e você vai ficar ali 2 horas sem poder sequer espirrar? Se você contabilizar as mamadas do dia e incluir uma soneca, nas primeiras semanas do seu filho você vai passar de 8 a 10 horas por dia sentada “trabalhando”- Por isso que eu recomendo fortemente investir em uma cadeira de amamentação.

Além disso, você não vai usar a poltrona necessariamente apenas para o período de amamentação. Você pode deixar no quarto do seu filho por um muitos anos… A poltrona pode ser útil para ler livrinhos para ele, ou ter um lugar pra sentar no quarto dele ou até transferir para outro espaço da casa e usar como uma cadeira de relaxar.

O que é importante em uma cadeira de amamentação:

Tecido: tem que ser à prova de leite, arrotos líquidos e golfadas 😂😂😂. Portanto, o material tem que ser fácil de limpar.

Ergonomia e conforto: você pode até encomendar 1 cadeira de amamentação, mas não sem antes ir a uma loja física e ver o quão confortável você se sente na cadeira. Sente na cadeira, coloque os braços na mesma posição que você vai ficar com o bebê no colo, seja para amamentar ou dar a mamadeira (lembrando que tem o peso dele). Sinta se: sua cabeça está apoiada, se a altura dos braços da cadeira é a ideal para que você apoie seus braços, não precisando forçar as costas nem os ombros para segurar o bebê, verifiaque se as suas costas inteiras, principalmente a região lombar estão bem acomodadas na cadeira. Veja se a altura das pernas está boa pra você (suas pernas estão apoiando no chão ou melhor ainda, elevadas)?

Puff ou elevação das pernas: se possível escolher um modelo que você possa ficar com os pezinhos pro alto melhor ainda. Lembre- se que no final da gravidez e no pós -parto muitas mulheres se queixam de inchaço nos pés e pernas, então ter a opção de ficar com os pezinhos pro alto é uma boa solução para este problema. E mesmo que você não sofra de inchaço é bom para relaxar entre mais disposição para cuidar do seu bebê.

Cadeira reclinável: essa é a lá creme de lá creme. Você reclina a cadeira e ainda pode descansar também se o bebê dormir em cima de você (neste caso só com a supervisão de uma pessoa, para evitar acidentes com o bebê).

Poltrona de balanço: eu comprei a de balanço. Melhor coisa: fico balançando e no embalo o Henry já dorme. A cadeira fica do lado do berço, quando eu vejo que está quase dormindo eu coloco ele no berço.

Depois de escolher a sua cadeira, é necessário lembrar que você vai precisar de algum lugar para apoiar algumas coisas enquanto amamenta: água e um snack pra mamãe, acessórios de amamentação (toalhinha de arrotar, modess de peito, talvez você precise de usar bico de solicone, pomada de lanolina…). Eu usei a cômoda do meu quarto que ficava ao lado da cadeira de amamentação e depois passei a usar o próprio do berço do Henry para apoiar algo que eu precise, mas muita gente acaba comprando mesmo uma mesinha de apoio. Outra coisa importante lembrar é a localização da cadeira no layout do quatro: a cadeira TEM que ficar perto de uma tomada, porque provavelmente você vai usar o seu celular tanto para passar o tempo quanto para fazer anotações sobre o bebê (vou falar sobre apps para registrar a rotina do bebê mais pra frente) e também para poder usar a bomba de amamentação sentadinha no conforto de sua cadeira.

Mas, Karen, TEM que comprar a cadeira? Não. A cadeira não é um acessório totalmente fundamental, afinal você pode amamentar deitada, você pode sentar no sofá, em qualquer cadeira da casa. Mas definitivamente é muito melhor amamentar em uma cadeira apropriada para isso. Afinal, amamentar não é uma tarefa fácil e tudo o que você puder fazer para facilitar a sua vida e tornar a amamentação mais prazeirosa vale a pena. Mas, ter um bebê em casa traz uma série de custos e talvez por restrições orçamentárias ou de espaço físico, você não tenha condições de comprar uma cadeira de amamentação. E se não puder, também não tem problema.

Eu inicialmente deixei a cadeira de amamentar no meu quarto e quando ele fez 6 meses e passou a  dormir no quarto dele eu a transferi para lá. Além de usar a cadeira do meu quarto, também usei a poltrona da sala, que é ULTRA confortável quando eu queria ver TV ou socializar (mas mesmo sendo super confortável, como não é apropriada para amamentar, eu sentia um desconforto de amamentase várias vezes por dia na poltrona da sala).

Para as mamães que moram fora, poltrona de amamentação em inglês é nursing chair. Esta é a minha cadeira. Eu comprei na Babies R Us, porque estava com ótimo preço. Vi umas lindas também na Pottery & Barn.

Algumas outras que eu achei o máximo.- Essas daí são da Pottery & Barn Kids.

Um comentário em “Poltrona de Amamentação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close